Demolidor: Demônio do Pavilhão D – A redenção de Murdock!

Dando sequência a fase escrita por Brian Michael Bendis e desenhada por Alex Maleev na revista do Demolidor (para ler a resenha dos encadernados anteriores, clique AQUI), a Panini lançou Demônio do Pavilhão D, quarto encadernado desta fase. Neste volume temos o encerramento da fase Bendis e o início da fase escrita por Ed Brubaker e desenhada por Michael Lark, dupla que você deve conhecer pela excelente série Gotham DPGC (a qual já recomendei AQUI).

Se você leu os encadernados anteriores desta fase, sabe que Matt Murdock está passando por diversos problemas, como a revelação de sua identidade secreta para a mídia, o fim de seu casamento com Milla Donovan, e a perseguição de Wilson Fisk após Matt ter se autodeclarado Rei da Cozinha do Inferno. A vida do cara não está nada fácil, não é mesmo?

Em seu último arco na revista, Bendis mostra Matt Murdock sendo perseguido pelo FBI, após Wilson Fisk realizar um acordo com o governo para ser um homem livre, entregando um verdadeiro dossiê sobre as atividades de Matt Murdock como Demolidor. Bom, na verdade ele não entrega um documento, mas evidências irrefutáveis de Matt é realmente o herói defensor da Cozinha do Inferno. Num verdadeiro jogo de gato e rato, vemos a genialidade do Rei do Crime ao manipular tanto o FBI quanto amigos de Matt Murdock, numa trama que se encerra com a prisão de Murdock, mas também com Fisk Atrás das grades. Num encerramento espetacular, a pergunta que fica é: E agora?

Bom, tivemos um fenômeno que não é muito frequente na indústria de quadrinhos dos EUA, já que o novo escritor da série consegue manter o nível altíssimo de seu predecessor. Ed Brubaker chega chutando a porta e nos mostra como será a vida de Murdock na prisão, ao lado de diversos de seus inimigos, muitos presos devido à sua atuação como Demolidor. Também temos a presença do Justiceiro na história e aí você deve imaginar a porradaria que rola na história, né? Simplesmente sensacional.

É claro que após tantas atribulações, seria necessário restabelecer a ordem na vida de Matt Murdock, recuperando sua liberdade e seu direito de advogar. É isso que Brubaker faz, mas como não poderia ser diferente, numa trama que irá trazer de volta Vanessa Fisk, a mulher do Rei do Crime, e uma vitória amarga para Murdock, que deverá libertar Fisk da cadeia, sendo seu advogado.

A edição da Panini possui um belo acabamento, além de um papel de excelente qualidade, e apresenta um bom trabalho editorial. O prefácio escrito pelo editor Paulo França auxilia o leitor a se situar com o que estava acontecendo na época de publicação da história, assim como ajuda a entender o que está por vir.

Essa fase do Demolidor é definitivamente uma das melhores coisas já lançadas pela Marvel. Você não consegue parar de ler, pois o quadrinho tem um ritmo frenético, remetendo muito a grandes séries de TV. No próximo volume teremos a continuação da fase escrita por Brubaker e espero que esse lançamento não demore muito. Com certeza é algo que você deveria estar lendo.

Para comprar esse quadrinho clique AQUI. Ao comprar pelos nossos links você nos ajuda a continuar trazendo Justiça pra Cultura Pop! Ah e sempre tem um desconto bem legal 😉

Ficha Técnica

Editora : Panini
Ano de lançamento: 2018
Páginas: 444
Preço: R$ 129,00
Onde encontrar:Livrarias e lojas especializadas

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.