Papo Rápido – Argo, O exagero sobre Defensores, o fim de Game of Thrones, Philip K. Dick e Amazon!

Bem-vindos a mais um Papo Rápido, a coluna na qual falo um pouco sobre coisas que eu tenha lido, ouvido ou assistido nos últimos tempos. Conversas rápidas e reflexões aleatórias sobre obras da cultura pop.

Argo – Ben Affleck

Eu ainda não tinha visto o aclamado filme dirigido por Ben Affleck, vencedor do Oscar de melhor filme em 2013. Você pode ter várias críticas à Affleck como ator, eu mesmo o acho bem limitado nesta função, mas o cara tem muitos méritos e talento como Diretor.

O filme fala sobre uma operação real da CIA que consistia em resgatar funcionários da embaixada americana no Irã após o estouro da Revolução Islâmica, ocorrida naquele país em 1979. Ben Affleck protagoniza o filme na figura de Tony Mendez, o agente da CIA responsável por elaborar o plano de fuga dos cidadãos americanos através de uma mirabolante produção de cinema que nunca existiu de fato.

O filme conta com outros bons atores no elenco, como Bryan Cranston, Alan Arkin e John Goodman, além de um roteiro consistente escrito por Chris Terrio. Mas o que realmente se destaca no filme é o trabalho de direção de Affleck. Ele sabe muito bem conduzir a história e a construção de tensão na cena final do filme, com cortes precisos, é coisa de quem sabe o que está fazendo. Irei conferir outros trabalhos em que ele trabalhou na direção para verificar se a qualidade permanece.

Os Defensores

Há algum tempo terminei de assistir Defensores, a mais recente série da Marvel no Netflix. Começaram a sair os reviews e muita gente criticou a série, afirmando que era bem ruim, sem valor de produção, direção equivocada etc. Eu não sei bem o que esse pessoal esperava da série, já que ela em nenhum momento se propunha a ser uma grande produção profunda como Breaking Bad ou Sopranos. É diversão, puro entretenimento.

A série tem seus problemas? Claro que tem, mas o que falaram por aí faz com que ela pareça muito pior do que realmente é. Eu me diverti e fiquei ansioso pra conferir as próximas temporadas das outras séries, talvez porque interpretei a série como se fosse uma boa HQ mensal: uma boa história que cumpre seu objetivo de entreter mas que provavelmente esquecerei nos próximos meses. Pessoal da crítica, se vocês tão procurando uma série profunda e tal, não é aqui que vão encontrar, então parem de falar besteira.

Game of Thrones

Outra série que gerou uma certa polêmica. Ao final da sétima temporada, que teve diversas inconsistências na trama, muita gente tá falando que GOT virou uma novela. Que a trama está um lixo, que o roteiro é mal escrito etc. Bem, não discordo totalmente das críticas mas convenhamos: Isto não é de hoje certo?

Faz uns quatro anos que vejo a série por simples inércia, já que comecei tenho que terminar. Eu sou o tipo de fã chato que prefere muito mais a trama que foi seguida nos livros, pois a considero muito mais consistente e intrigante. Tem gente que comenta que a série deu uma caída no roteiro, que antes era bom mas não percebem que o roteiro só era bom porque seguia os livros. A história que George R. R. Martin concebeu é que é boa, não o roteiro das primeiras temporadas, se liguem.

Bem, dito isso, essa temporada voltou a me empolgar. Se o roteiro ficou em segundo plano, ao menos o massavéio atingiu limites nunca antes vistos, o que me agradou bastante. Já que o roteiro está fraco, quero ver mais batalhas e efeitos especiais, já que foi a única coisa que sobrou na série e que não pode ser replicada nos livros de maneira visual.

Realidades Adaptadas – Philip K. Dick

Iniciei a leitura desta coletânea de contos lançada pela Aleph e escrita por Philip K. Dick. Aqui estão reunidos alguns dos contos do autor que foram adaptados para o cinema em filmes como Total Recall (O Vingador do Futuro) e Minority Report. Só li dois contos até o momento: Podemos lembrar isto pra você por atacado, que foi adaptado no filme Total Recall, e Segunda Variância, que foi adaptado para o filme Screamers – Assassinos cibernéticos.

Eu já atestei a habilidade de Dick em construir conceitos interessantíssimos quando falei sobre Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas, mas ao ler estes dois contos vi como ele pode ser ainda mais inventivo. Sério, procure ler Segunda Variância pois é uma história extraordinária, além de possuir um final surpreendente. Estou curioso para terminar este livro e quando fizer isto voltarei a comentá-lo por aqui.

Para comprar este livro clique AQUI.

Programa de Associados da Amazon

Resultado de imagem para Amazon

Se você acompanha o Justiça Geek há algum tempo, sabe que nós sempre prezamos pela transparência em nossa produção de conteúdo. Sempre informamos quando um cast ou um texto vai atrasar, assim como sempre estamos abertos para esclarecer qualquer dúvida que vocês tenham, seja por Facebook, Twitter, Instagram ou comentários no site.

Produzir conteúdo pra internet é muito trabalhoso mas também gratificante. O JG tem seus gastos, como o custo de hospedagem do cast, e hoje tiramos esse dinheiro do nosso próprio bolso. Pensamos em uma forma para monetizar o site e amortecer um pouco estes gastos, com isso chegamos em uma forma que nos permite combinar conteúdo e monetização de uma forma que consideramos bastante justa, neste caso estou falando sobre o programa de associados da Amazon.

É muito simples de explicar: A partir de agora sempre que comentarmos sobre alguma HQ ou Livro, deixaremos um link no qual você pode adquiri-lo junto à Amazon e se você efetuar a compra nós ganhamos uma comissão. Não é muita coisa, mas vai ajudar bastante para que continuemos trazendo Justiça à Cultura Pop!

Acreditamos que seja a maneira mais bacana de monetizar o site. Nada de diversos popups com propagandas no site ou programas de financiamento coletivo como Patreon ou Padrim, que em minha opinião segregam o público entre pagantes e não pagantes e que, se depender de mim, NUNCA serão adotados pelo JG (Lembrando que esta é uma postura pessoal minha e que não recrimino de forma alguma quem utilize este tipo de financiamento).

Esta é uma forma de você ajudar o site e, claro, caso não queira comprar por estes links, sem problemas. No fim, o mais importante é que o nosso público continue nos acompanhando e consumindo nosso conteúdo.

E chega ao fim mais um Papo Rápido. Você tem algo que gostaria de comentar sobre? Deixe aí nos comentários, vamos trocar ideias e recomendações. Até a próxima!

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.