Recomendação da Semana – Justiça para todos

Bem-vindos a mais uma Recomendação da Semana, a coluna na qual recomendamos livros, HQs, filmes, séries e álbuns que achamos interessantes. Hoje a indicação é um filme que não vejo ser muito comentado por aí, porém foi feito durante a melhor fase da carreira de um dos meus atores favoritos. A recomendação de hoje é Justiça para Todos, dirigido por Norman Jewinson e estrelado por Al Pacino.

No filme, Pacino interpreta Arthur Kirkland, um advogado muito idealista que já teve diversos conflitos com o Juiz Fleming devido a sua maneira de pensar e agir em um tribunal. Fleming é um juiz inflexível, que diz adotar a lei a risca, porém ele é acusado por espancar e estuprar uma jovem e, ironicamente, solicita que Kirkland seja seu advogado, já que este só o defenderia caso fosse realmente inocente. Kirkland aceita a proposta contanto que Fleming se comprometa a revisar um caso de prisão injusta no qual Kirkland atuou.

O filme foi lançado em 1979 e debate diversos temas sensíveis que infelizmente ainda são atuais. Vemos um grande debate sobre racismo, depressão, problemas do sistema tribunal, a função da prisão na sociedade, homofobia e sobre o significado de Justiça. É claramente um filme alinhado com o período da nova Hollywood, que nos revelou grandes diretores como George Lucas, Francis Ford Coppola, Martin Scorsese, Steven Spielberg, Sidney Lumet, entre outros. Particularmente este é meu período favorito do cinema norte-americano.

Além de Pacino, outros nomes conhecidos marcam presença no filme com boas atuações, como Lee Strasberg na figura de Sam Kirkland, o avô de Arthur; Jeffrey Tambor como Jay Porter, um dos colegas de Arthur que sofre com as injustiças do sistema tribunal; e Christine Lahti como Gail Packer, que tem um relacionamento com Arthur, mas se opõe a muitas de suas posições, trazendo grandes conflitos em sua relação.

Mas é claro que o destaque realmente fica por conta da atuação de Al Pacino. O filme foi lançado durante a melhor fase da carreira do ator, quando ele atuou em filmes como O Poderoso Chefão, Scarface e Um Dia de Cão, não à toa lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator. A última cena é um ótimo exemplo sobre o brilhantismo de Al Pacino e em como ele é especialista em transpor emoções mais enérgicas em seus personagens.

A direção de Norman Jewinson é bastante competente, conseguindo cadenciar muito bem cenas bem-humoradas com outras mais dramáticas e sensíveis. Para conhecer ainda mais o trabalho deste diretor, você pode assistir Hurricane – O Furacão, filme estrelado por Denzel Washington e baseado em uma emocionante história real.

Ainda que não seja muito renomado, Justiça para Todos é um excelente filme e obrigatório para os fãs de Al Pacino, assim como eu. Já viu esse filme? O que achou? Deixe sua opinião aí nos comentários!

Ficha Técnica

Duração: 119 minutos
Estúdio:  Columbia Pictures
Direção:
Norman Jewison
Roteiro: Valerie Curtin e Barry Levinson
Elenco: Al Pacino ,John Forsythe ,Christine Lahti ,Jack Warden ,Lee Strasberg ,Jeffrey Tambor ,Sam Levene ,Robert Christian ,Thomas G. Waites ,Larry Bryggman ,Dominic Chianese ,Craig T. Nelson ,Victor Arnold ,Vincent Beck ,Bonita Cartwright ,Michael Gorrin ,Darrell Zwerling.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.