Recomendação da semana-Mundo Paralelo: Aventura e Ficção

Salve Justiceiros!

Bem-vindos a mais uma Recomendação da semana, a coluna na qual recomendamos livros, HQs, filmes, séries e álbuns que achamos interessantes. E hoje recomendarei uma excelente compilação em quadrinhos de artistas nacionais underground. Estou falando de Mundo Paralelo – Aventura e Ficção!

Esta compilação é editada por Walter Klattu e dá continuidade a um projeto iniciado em 2013 com um lançamento de um preview desta edição. Para essa empreitada Walter reuniu alguns nomes famosos do cenário de quadrinhos nacionais, como Mozart Couto, Sam Hart, Fabio Cobiaco, Eduardo Cardenas (que ilustra a bela capa) entre outros.

A belíssima arte de Mozart Couto

O nome da publicação não é uma simples coincidência, já que a ideia do projeto é remeter à revista Aventura e Ficção lançada pela editora Abril entre os anos 80 e 90. Esta revista publicava tanto material de artistas nacionais quanto europeus (material vindo da revista francesa Metal Hurlant, a Heavy Metal). A ideia de Walter é manter a publicação com certa periodicidade e com alguns personagens fixos, mesmo que as histórias sejam fechadas.

Por falar em histórias, há uma grande variedade de gêneros nesta publicação: de ficção científica à fantasia medieval, passando por histórias cotidianas. Como destaque, citarei 3 histórias: Loop, com arte de Caio Majado e roteiro de Stefano Robert, que trabalha de maneira inteligente viagens temporais. A Isca, com arte de Walter Pax e roteiro de Walter Klattu, na qual acompanhamos um matador de dragões em uma história fortemente influenciada pelos contos de Conan. E, por fim, O Velho Bunko, com arte de Rodrigo Rosa e roteiro de Klattu, que é uma história com forte influência do folclore oriental, com samurais, younkais e um final bem surpreendente.

 

Loop, com arte de Caio Majado
A Isca, com arte de Walter Pax
O Velho Bunko, com arte de Rodrigo Rosa

Além de reunir excelentes histórias, a publicação também tem um ótimo preço. Em formato magazine, 144 páginas, papel de qualidade e alguns detalhes brilhantes na capa, a revista custa módicos R$8,00. Ela foi distribuída para algumas comic shops do país (aqui em SP você pode encontra-la na Comix), mas os idealizadores prometem uma distribuição mais ampla em breve.

Espero que esta excelente iniciativa tenha continuação, já que o mercado nacional de quadrinhos carece de publicações como esta. Você já leu esta HQ? O que acha de iniciativas como essa? Deixe sua opinião aí nos comentários. A nossa coluna de recomendações volta semana que vem.

Editora : Publicação Independente
Ano de lançamento: 2016
Páginas: 144
Preço: R$ 8,00
Onde encontrar: Nas comic shops Comix (SP),Point HQ(RJ), Ugrapress(SP),itibancomics(PR). Em breve em outras lojas.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.