Recomendação da Semana – O Sinal

Bem-vindos a mais uma Recomendação da Semana, a coluna na qual recomendamos livros, HQs, filmes, séries e álbuns que achamos interessantes. Hoje falarei sobre uma HQ bastante filosófica, de um dos meus autores favoritos. A recomendação de hoje é O Sinal, escrita e desenhada por Orlandeli.

Walmir Orlandeli escreveu o melhor lançamento do ano passado, Chico Bento – Arvorada, o qual já indiquei aqui e coloquei em primeiro lugar na minha lista de melhores leituras de 2017. Tive a oportunidade de adquirir O Sinal das mãos do próprio autor na CCXP do ano passado e meu único arrependimento foi demorar tanto tempo para ler este excelente quadrinho.

Nesta obra somos apresentados à Afrânio, um homem de meia idade que tem todos os problemas que você pode imaginar. Ele não conseguiu terminar a faculdade de arquitetura, foi traído e abandonado pela mulher, tem que conviver com irmãos que são muito mais bem-sucedidos que ele, trabalha com algo que odeia. Afrânio acredita que a luz não brilhou em sua vida e, por isso, apela à métodos alternativos para que o universo dê um empurrão para que sua vida melhore. Certo dia ele recebe um sinal de que chegou a hora de arriscar um novo passo e mudar sua vida profundamente. Só que, como diversas vezes em nossas vidas, as coisas não saem como esperado.

A partir daí, uma sequência de eventos faz com que Afrânio passe a acreditar que uma criatura que habita os seus sonhos sempre o leva a tomar a melhor atitude. O que Afranio pode não entender é que as respostas que ele procura talvez estejam dentro dele e que nem sempre ele deva confiar nisso.

É impressionante a forma que Orlandeli usa uma história tão simples e cotidiana para nos levar a refletir certas questões. Por um simples erro de interpretação, podemos entender situações de formas equivocadas e acabar tomando atitudes das quais nos arrependeremos.  Ao tomar certas atitudes para seguir caminhos mais fáceis e atingirmos nossos objetivos, podemos acabar prejudicando as pessoas ao nosso redor.

O autor também nos faz pensar em como pensamentos negativos, mágoa e tristeza podem nos levar a criar, mesmo que de maneira não intencional, monstros interiores que podem nos causar profundo arrependimento quando pararmos para refletir.

Orlandeli, além de apresentar um roteiro filosófico e reflexivo, também nos mostra uma arte de encher os olhos. O surrealismo e clima onírico da arte casam perfeitamente com o que a história quer passar, mexendo com o leitor a todo momento. Pra você ter uma ideia da qualidade do quadrinho, ele contou com apoio do PROAC (programa de incentivo à cultura do Estado de São Paulo), que possui um exigente processo seletivo.

O Sinal com certeza estará em minha lista de melhores leituras deste ano. Eu recomendo que você leia este quadrinho, mas que também vá atrás de todos os trabalhos de Orlandeli. O cara é um dos mais talentosos artistas nacionais da atualidade. Já leu esse quadrinho? O que achou? Deixe sua opinião aí nos comentários.

Para comprar esse quadrinho clique AQUI. Ao comprar pelos nossos links você nos ajuda a continuar trazendo Justiça pra Cultura Pop! Ah, e sempre tem um desconto bem legal 😉

Ficha técnica

Editora : Marsupial (pelo selo Jupati)
Ano de lançamento: 2017
Páginas: 224
Preço: R$ 36,00
Onde encontrar: Livrarias e lojas especializadas.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.