Trilha Sonora- Hard Rock anos 80

Olá Justiceiros! Vamos movimentar a área de música aqui do site com está nova coluna chamada “Trilha sonora” (com uma periodicidade que não temos ideia de qual será rs), na qual indicaremos alguns álbuns que tenham uma temática em comum. E a temática de hoje será Hard Rock dos anos 80 (também chamado de “Hard Rock Farofa”)!

Por trás de todo laquê, maquiagem e bandas de qualidade duvidosa, vários discos clássicos da história do Rock nasceram nesse período. Particularmente sou bastante fã de algumas bandas que surgiram ou deram seguimento em sua carreira nesta época. Sem mais enrolações, vamos ao que interessa!

Bon Jovi – Slippery When Wet

Depois de lançar dois discos de sucesso moderado (“Bon Jovi” e “7800° Fahrenheit”), o Bon Jovi estourou no mundo com Slippery When Wet, um dos grandes clássicos dos anos 80. É nesse disco que se encontra um dos maiores hinos dos anos 80: “Livin’ On A Prayer”, cujo o clipe é o mais visto da história da MTV.

Mas não é apenas esse clássico que você vai encontrar aqui. Há também “You Give Love a Bad Name” e “Wanted Dead Or Alive” (foi cogitado esse nome para o disco, seria legal né?), músicas que você já deve ter ouvido alguma vez em sua vida. Destaco também a belíssima balada “Never Say Goodbye”, minha balada oitentista favorita.

O álbum teve 28 milhões de cópias vendidas no mundo (12 milhões só nos EUA) e transformou a banda no fenômeno que é hoje. O disco também foi incluído no livro “1001 discos que você deve ouvir antes de morrer”. Ouça-o no volume máximo e só faltarão 1000 ;).

Setlist

01- Let It Rock
02- You Give Love a Bad Name
03- Livin’ on a Prayer
04- Social Disease
05- Wanted Dead or Alive
06- Raise Your Hands
07- Without Love
08- I’d Die for You
09- Never Say Goodbye
10- Wild in the Streets

Jon Bon Jovi – vocal principal, guitarra
Richie Sambora – guitarra principal, vocal de apoio
Tico Torres – bateria
David Bryan – teclado, vocal de apoio
Alec John Such – baixo, vocal de apoio

Guns N’ Roses- Appetite For Destruction

Guns é uma das minhas bandas favoritas e Appetite For Destruction é simplesmente o disco de estreia mais vendido da história, além de ser um dos discos que eu mais ouvi na vida. Formada por Axl Rose, Izzy Stradlin, Slash, Duff Mckagan e Steven Adler a banda apresenta neste álbum um som que se difere um pouco das bandas desse período, um som mais sujo e com maior influência de bandas setentistas como Led Zeppelin e Aerosmith.

Alguns dos maiores clássicos da banda estão aqui: “Paradise City”, “Welcome To The Jungle”, “It’s So Easy”, “Sweet Child O’ Mine”. Há também músicas excelentes que não são muito conhecidas, cito como exemplo “Out Ta Get Me”. A banda mistura várias influências para montar seu som, variando de Blues e Hard Rock setentista até Punk Rock.

O álbum vendeu 20 milhões de cópias(sendo 18 milhões só nos EUA), o que levou a banda ao estrelato. Depois a banda trilharia um caminho megalômano que a levaria à implosão, mas aqui você encontrará o Guns em seu estado mais puro. Simplesmente um dos melhores discos da história do Rock.

Setlist

01- Welcome To The Jungle
02- It’s So Easy
03- Nightrain
04- Out Ta Get Me
05- Mr. Brownstone
06- Paradise City
07- My Michelle
08- Think About You
09- Sweet Child O’Mine
10- You’re Crazy
11- Anything Goes
12- Rocket Queen

Axl Rose – vocal, sintetizadores em 6, percussão adicional
Slash – guitarra solo e base, violão
Izzy Stradlin – guitarra base, guitarra solo em 8, backing vocals
Duff McKagan – baixo, backing vocals
Steven Adler – bateria, percussão

Motley Crue- Shout At Devil

Um dos pilares do tipo de som que estou falando aqui. Definitivamente é impossível não citar Motley Crue quase se fala de hard Rock dos anos 80. E nada melhor do que falar sobre o segundo disco da banda e que os levou para o topo.

O disco reúne grandes clássicos da banda como a faixa título, “Looks That Kill” e “Too Young To Fall In Love”. Há também alguns B-sides muito interessantes como “Knock ‘Em Dead, Kid” e o cover para “Helter Skelter” dos Beatles. A banda apresenta uma alta qualidade instrumental (é Vince Neil não é tão bom vocalista assim, tenho que admitir) e quero deixar claro uma coisa aqui: Tommy Lee com certeza é um dos melhores bateristas da história do Rock.

O álbum foi um grande sucesso, tendo vendido 4 milhões de cópias e isso só nos EUA. Além disso influenciou muitas bandas que vieram depois (tanto visualmente quanto musicalmente), além de apresentar um mix interessantíssimo entre Hard Rock clássico, Heavy Metal e Punk Rock.

Setlist

01- In The Beginning
02- Shout At The Devil
03- Looks That Kill
04- Bastard
05- God Bless The Children Of The Beast
06- Helter Skelter
07- Red Hot
08- Too Young To Fall In Love
09- Knock ‘Em Dead, Kid
10- Ten Seconds To Love
11- Danger

Vince Neil – vocal
Mick Mars – guitarra, violão, backing vocals
Nikki Sixx – baixo, backing vocals
Tommy Lee – bateria, percussão, backing vocals

Steel Panther – Feel The Steel

Você deve estar se perguntando “O que esse disco faz aqui? Ele nem foi lançado nos anos 80”. Bem, isso é verdade, mas o Steel Panther fez um “revival” desse tipo de música com seu disco de estreia. E eu precisava falar de Steel Panther aqui no site (talvez essa seja minha única oportunidade rs).

Pois bem, a princípio se você ver os caras antes de ouvir o som você pode pensar que eles são uma banda paródia, tipo um Massacration. Mas você se engana, por mais que os caras brinquem com clichês da época, eles produzem música de uma maneira mais séria e com excelente qualidade. Michael Starr é um excelente vocalista, Satchel é um guitarrista muito talentoso (mistura elementos de vários guitarristas dos anos 80) e a cozinha da banda também é bastante competente.

Esse disco possui participações de músicos de renome como Scott Ian (Anthrax), Justin Hawkins (The Darkness/Hot Leg), Corey Taylor (Slipknot/Stone Sour) e Alisson Robertson (The Donnas). Os caras realmente conseguiram o respeito de muita gente.

Ouça e divirta-se com o Steel Panther, os caras fazem um som muito bom, com piadas realmente engraçadas e com uma proposta de não levar nada a sério.

Setlist

01- Death To All But Metal
02- Asian Hooker
03- Community Property
04- Eyes Of A Panther
05- Fat Girl (Thar She Blows)
06- Eatin’ Ain’t Cheatin’
07- Party All Day (Fuck All Night)
08- Turn Out The Lights
09- Stripper Girl
10- The Shocker
11- Girl From Oklahoma
12- Hell’s On Fire

Michael Starr – vocal
Satchel – guitarra, violão, backing vocals
Lexxi Foxxx – baixo backing vocals
Stix Zadinia – bateria, backing vocals

E essa foi a primeira “Trilha Sonora” aqui do Justiça Geek. Eu sei que faltaram muitos discos excelentes desse gênero (eu sei que você deve estar pensando em “1987” e “Hysteria” nesse momento) mas tentei dar uma geral aqui, citando exemplos relevantes. Quer que a coluna continue? Quer falar sobre algum disco que eu não mencionei? Deixe aí nos comentários, é sempre importante o seu feedback. Até a próxima!

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.
  • zifban

    Cadê os Twisted Sister – Stay Hungry 1984, não existiria trilha sonora sem o “We’re Not Gonna Take It”

    • Lucas Araújo

      Você tem razão, deveria ter incluído Hysteria e 1984 na lista, mesmo que o objetivo fosse só ser algo mais geral,mas nada definitivo haha. Obrigado pelo comentário!