Vingadores: Guerra Infinita – Um Marco na História do Cinema!

Há dez anos a Marvel foi responsável por uma iniciativa arriscada e ambiciosa na indústria cinematográfica: A construção de universo compartilhado entre filmes que, ainda que possuíssem tramas próprias, contariam a mesma história e culminariam em um grande crossover entre os personagens para enfrentar uma grande ameaça. Desde a icônica cena pós-créditos de Homem de Ferro, com a aparição de Nick Fury e da iniciativa Vingadores, ficamos ansiosos para ver até onde essa história iria. Vingadores – Guerra Infinita marca o filme deste primeiro arco de histórias, é um marco na história do cinema e, sem dúvida alguma, o melhor filme de super-heróis já feito.

Antes de nos aprofundarmos mais na história, aqui vai uma breve sinopse: Homem de Ferro, Thor, Hulk e os Vingadores, ao lado dos Guardiões da Galáxia, se unem para combater seu inimigo mais poderoso, o maligno Thanos. Em uma missão para coletar todas as seis pedras infinitas, Thanos planeja usá-las para infligir sua vontade maléfica sobre a realidade.

Os irmãos Anthony e Joe Russo já haviam demonstrando sua competência nos excelentes Capitão América – Soldado Invernal e Capitão América – Guerra Civil, dois dos melhores filmes da Marvel, muito porquê ambos sabem muito bem como equilibrar o humor característico da fórmula Marvel com cenas dramáticas e comoventes. Além disso, os diretores demonstram conhecer muito os personagens com os quais estão trabalhando, mantendo-os fiéis com detalhes sutis, mas que chamam a atenção dos fãs que já os conhecem de sua mídia original.

Por falar em personagens, temos a presença da maioria dos já apresentados em filmes anteriores e impressiona como mesmo assim cada um tem seu momento de brilho e importância. Não dá pra falar de todos, mas obviamente os destaques ficam por conta da sempre consistente atuação de Robert Downey Jr. como Homem de Ferro, Chris Evans mandando muito bem como Capitão América, Tom Hiddleston como Loki, Benedict Cumberbatch como o arrogante e poderoso Doutor Estranho, Tom Holland mantendo sua atuação divertidíssima como Homem-Aranha, Chris Pratt como o irreverente líder dos Guardiões da Galáxia, Senhor das Estrelas, e uma impressionante atuação de Chris Hemsworth como Thor.

Porém, sem dúvida alguma o maior destaque vai para o trabalho de Josh Brolin como Thanos. Temos aqui o melhor vilão do Universo Marvel, que as vezes parece assustador, as vezes emotivo, que é obstinado em atingir seu objetivo e que acredita realmente que está fazendo o que é certo. É incrível como Brolin deu vida ao personagem e como a equipe de efeitos especiais construiu um personagem tão crível. Aposto que Jim Starlin, criador do personagem, ficou orgulhoso.

O filme acerta também ao sair do óbvio, ao contrariar expectativas e fazer com que o expectador prenda a respiração em alguns momentos. Por isso é importante que você vá ao cinema sabendo o mínimo possível para aproveitar melhor a experiência. Mas já adianto que você provavelmente irá se emocionar em algumas cenas.

Outro ponto em que os irmãos Russo acertam é no ritmo do filme, que tem 2hrs e 40 min de duração, mas que é tão frenético e fluído que você mal vê a hora passar. Gostaria muito de ver mais trabalhos dos irmãos Russo, os dois possuem muito talento e ainda têm muito o que dizer.

Você deve estar se perguntando “tá, mas o filme possuí algum ponto negativo”. Confesso que pensei bastante sobre isso, mas a resposta com certeza é não, o filme não possuí nenhum defeito que precise ser destacado, tudo é muito bem encaixado, conduzido de forma orgânica, apresentando um trabalho que supera e muito qualquer expectativa que você tenha com relação ao longa.

Você percebeu que esse foi um texto bem emotivo, que foge um pouco do que eu costumo escrever. Mas não tinha como ser diferente, Vingadores – Guerra Infinita foi uma experiência incrível, o sonho de qualquer nerd, e com certeza o assistirei mais vezes. Ah, antes que eu me esqueça, evidentemente o filme possui uma cena pós-créditos, que fala um pouco sobre para onde o Universo Cinematográfico da Marvel vai. O que você está esperando para assistir esse filme?

Nota: 10/10

Ficha Técnica

Duração: 156 minutos
Estúdio: Marvel Studios
Direção:
Anthony Russo, Joe Russo
Roteiro: Christopher Markus, Stephen McFeely
Elenco: Robert Downey Jr., Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Chris Evans, Scarlett Johansson, Benedict Cumberbatch, Don Cheadle, Tom Holland, Chadwick Boseman, Paul Bettany, Elizabeth Olsen, Anthony Mackie, Sebastian Stan, Peter Dinklage, Danai Gurira, Leticia Wright, Dave Bautista, Zoe Saldana,Josh Brolin, Chris Pratt

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.