Y- O Último Homem Vol. 2 – Busca pela cura

Dando prosseguimento a uma das séries mais interessantes do Selo Vertigo nos últimos 15 anos, a Panini lançou o segundo volume de luxo de Y-O Último Homem, obra escrita por Brian K. Vaughan e desenhada por Piá Guerra (e alguns artistas convidados).

Neste volume continuamos a acompanhar a jornada de Yorick Brown como um “salvador da humanidade” após a extinção de todos os seres vivos com cromossomo Y por uma espécie de praga desconhecida. Acompanhado pela agente 355 e a Doutora Mann, Yorick cruza os EUA em busca de respostas e soluções para a dizimação dos homens, mas é claro que ele enfrentará diversos problemas durante sua viagem.

Este encadernado é dividido em quatro arcos. No primeiro os personagens ficam sabendo que Yorick não é necessariamente o último homem vivo, já que antes da praga atingir o planeta havia uma missão espacial em andamento. Um grupo de quatro astronautas, três homens e uma mulher, resolvem voltar à Terra após ficarem sem condições de permanecerem em órbita. Yorick, Doutora Mann e a agente 355 resolvem ir até o local determinado pro pouso, mas não sabem que membras do exército israelense também ficaram sabendo sobre a missão especial e estão indo ao local. A resolução desta situação não é bem a que os protagonistas esperavam.

No segundo arco, uma espécie de filler, conhecemos uma cidade na qual há uma peça de teatro em que o protagonista é o último homem vivo na Terra, traçando vários paralelos com a trajetória de Yorick. Interessantes referências Shakesperianas (algo muito presente na série como um todo, basta ver o nome do protagonista) e um certo bom humor são fortes características desse arco.

No terceiro arco a agente 355 deixa uma amiga, também agente do governo, vigiando Yorick. Digamos que ele passa por provações intensas neste arco. No último arco de histórias presentes no encadernado, os protagonistas encontram uma milícia controlando uma fronteira que os impede de prosseguir viagem. Eles tentam negociar com as mulheres que controlam a região, mas elas não estão muito dispostas a conversar.

Vaughan continua construindo um roteiro que ao mesmo tempo é divertido, bem humorado e crítico. Ele faz de Yorick um personagem extremamente cativante e estabelece analogias muito interessantes com a sociedade atual. O trabalho de Piá Guerra não fica pra traz e combina muito bem com o clima que a história quer passar.

Esta é sem dúvida uma das grandes séries de quadrinhos de todos os tempos, um dos trabalhos mais relevantes de Brian K. Vaughan, que vem tendo grande destaque atualmente por trabalhos como Saga e Paper Girls. O trabalho gráfico da Panini também está excelente. Se você procura uma história divertida mas ao mesmo tempo crítica, Y – O Último Homem é uma excelente opção.

Ficha Técnica

Editora : Panini
Ano de lançamento: 2016
Páginas: 320
Preço: R$ 98,00
Onde encontrar: Livrarias e lojas especializadas

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.