Recomendação da Semana – Homem de Ferro: O Homem Mais Procurado do Mundo

Bem-vindos a mais uma Recomendação da semana, a coluna na qual recomendamos livros, HQs, filmes, séries e álbuns que achamos interessantes. E hoje recomendarei uma das melhores fases publicadas pela Marvel neste século. Com roteiros de Matt Fraction e desenhos de Salvador Larroca, a recomendação desta semana é Homem de Ferro – O Mais Procurado do Mundo.

Logo após a Guerra Civil e com o advento do primeiro filme do personagem, Matt Fraction foi chamado para escrever uma nova série do Homem de Ferro a fim de aumentar a popularidade do personagem. Com os super-heróis divididos e com Tony Stark no comando da Shield, o roteirista tinha a missão de mostrar as dificuldades pelas quais Tony Stark passaria ao gerir a segurança mundial.

O encadernado recentemente lançado reúne dois arcos dessa fase. No primeiro, com o título de 5 pesadelos, Tony Stark tem que lidar com ataques terroristas que aparentemente se utilizam de uma tecnologia muito semelhante à criada por ele, e que são orquestrados por Ezekiel Stane, filho de Obadiah Stane, antigo inimigo do Homem de Ferro com o codinome de Monge de Ferro.

Ezekiel consegue baratear a tecnologia do Homem de Ferro e esta é a principal preocupação de Tony Stark

É um arco que explora muito bem quais os medos de Tony Stark e seus questionamentos sobre o quanto foi benéfica a criação do Homem de Ferro para humanidade e sobre como sua empresa pôde se transformar em uma luz para humanidade após ter trazido sofrimento com suas armas.

Mas é no segundo arco, que dá título ao encadernado, que os roteiros de Fraction atingem seu auge. Como você deve saber, após a Guerra Civil a Terra sofreu uma invasão Skrull, que atingiu vários setores, inclusive a comunidade super-heróica. No final, Norman Osborn, o Duende Verde, acaba salvando a humanidade assassinando a rainha Skrull e Tony Stark acaba se tornando um vilão por ter falhado em defender a terra da invasão.

Osborn se torna o líder da Shield, rebatizada como Martelo, no lugar de Tony Stark e logo começa a adotar atitudes muito questionáveis no comando da segurança mundial. Ele está interessado nas informações que Stark possui, principalmente a identidade de todos os heróis registrados após os eventos da Guerra Civil, e fará de tudo para obtê-las.

Sem muitas alternativas, Stark começa a fugir de Osborn e resolve deletar as informações diretamente de seu cérebro como se fosse um HD. A história se tranforma em uma trama de espionagem, com uma perseguição intensa e uma sensação de urgência por parte de Stark em proteger suas informações. Em paralelo, vemos Pepper Potz, sua namorada e presidente das indústrias Stark, Maria Hill, braço direito de Stark enquanto ele estava na Shield, A Viúva Negra e James Rhodes, o Maquina de Combate, procurando formas de ajudar o Homem de Ferro a cumprir seu objetivo.

Matt Fraction explora muitas camadas do personagem, dando uma profundidade muito interessante para o “playboy, gênio, bilionário e filantropo”. Esta é a melhor fase do personagem desde a fase escrita por David Michelinie, escritor do arco Demônio na garrafa, e mereceu sem sombra de dúvida o Eisner que ganhou na categoria “Melhor nova série”.

Não sou um grande fã de Salvador Larroca, mas sua arte com uma pegada realista funciona na maior parte da série, mesmo que em alguns momentos os rostos dos personagens fiquem um pouco estranhos. As armaduras que ele desenha fazem você realmente crer que aquilo poderia existir.

No âmbito dos super-heróis, esse é com certeza um dos trabalhos mais legais já publicados, nos fazendo lembrar como era bacana ler Marvel nesta época, em como o universo era bem integrado. Como leitura adicional, também recomendo Vingadores Sombrios, que mostra Norman Osborn montando sua própria equipe de super-heróis com figuras muito pouco confiáveis. Já leu este material? O que achou? Deixe sua opinião aí nos comentários. Até a próxima recomendação!

Para comprar esse quadrinho clique AQUI. Ao comprar pelos nossos links você nos ajuda a continuar trazendo Justiça pra Cultura Pop! Ah e sempre tem um desconto bem legal 😉

Ficha técnica

Editora : Panini
Ano de lançamento: 2016
Páginas: 492
Preço: R$ 125,00
Onde encontrar: Livrarias e lojas especializadas.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.

Latest posts by Lucas Araújo (see all)