Recomendação da Semana – Mundo Gavião

Bem-vindos a mais uma Recomendação da Semana, a coluna na qual recomendamos livros, HQs, filmes, séries e álbuns que achamos interessantes. A indicação de hoje é uma reformulação de um personagem um pouco renegado, porém com uma base de fãs muito fiel. Hoje falarei de Mundo Gavião, escrita e desenhada por Timothy Truman.

Você deve saber que, após a Crise nas Infinitas Terras, a DC promoveu uma reformulação de seus personagens, com o objetivo de apresentar seu panteão de heróis para um novo público. Grandes nomes ficaram responsáveis por essas reformulações: John Byrne ficou responsável pelo Superman, Frank Miller pelo Batman, George Pérez pela Mulher-Maravilha, Mike Grell pelo Arqueiro Verde e, o foco dessa recomendação, Timothy Truman ficou responsável pela reformulação do Gavião Negro.

Aqui o arqueólogo Carter Hall dá lugar ao policial thanagariano Katar Hol, membro de uma família privilegiada em uma sociedade que, para manter seu padrão de vida e privilégios, explora e conquista outros mundos. Durante uma de suas missões na cidade baixa, Hol descobre uma conspiração que envolve tráfico de armas, acaba sendo incriminado e é exilado em uma ilha durante 10 anos, local onde outros que se opuseram ao regime de Thanagar foram presos. Durante este exílio Hol se transforma, deixando de ser um membro da alta sociedade e se tornando um herói para seu povo.

O roteiro de Truman é primoroso, construindo todos os aspectos da sociedade Thanagariana, dando vida ao planeta. Temos intrigas políticas, corrupção, preconceito, violência policial entre outros pontos que mostram como a sociedade está em decadência, usando como referência o que há de melhor na ficção científica. Sua arte também é excelente, apresentando um aspecto realista e meio sujo que combina demais com o roteiro.

A minissérie foi um grande sucesso, dando origem a uma série mensal que durou trinta e duas edições, publicadas entre 1990 e 1993, com as seis primeiras edições sendo escritas por Truman e o restante sob responsabilidade de John Strander (criador do Esquadrão Suicida). Nesta série mensal os autores retratam a chegada de Katar Hol e Shayera Thal (a Mulher-Gavião, que é apresentada de uma forma bem interessante em Mundo Gavião) à Terra e a atuação dos heróis no planeta. Esta série mensal ainda é inédita no Brasil.

Infelizmente, Mundo Gavião só teve uma publicação no Brasil, pela editora Abril em 1990 numa minissérie em 3 partes, que você pode procurar em sebos ou tentar achar o Scan por aí. De qualquer forma, recomendo fortemente que você leia este quadrinho e espero que a Panini o republique em algum momento (o que, infelizmente, é bem difícil, devido ao pouco apelo do personagem com o público).

Você já leu? O que achou? Deixe sua opinião aí nos comentários.

Ficha técnica

Editora : Abril
Ano de lançamento: 1990
Páginas: Minissérie em 3 partes, com cerca de 40 páginas em cada edição.
Onde encontrar: Sebos e lojas especializadas.

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.
  • Só um adendo, na verdade o Gavião Negro ser um policial alienígena é da Era de Prata, o editor Julius Schwartz sugeriu que fossem criadas novas versões dos heróis da Era de Ouro: Flash, Lanterna Verde e Gavião Negro com inspiração na ficção científica pulp (Julius tinha sido editor e agente literário de pulps), então, cocriador Gardner Fox criou em 1961, o novo Hawkman, Katar Hol, um príncipe imperial do planeta Thanagar, só que Fox resolveu homenagear seus antigos heróis da Era de Ouro, criando crossovers e estabelecendo que haviam duas Terras, a coisa complicava quando começou a surgiu uma Terra atrás da outra, resumindo, Hawkworld era pra ser a versão definitiva e deviam ter apagado o Gavião Negro original, mas havia muita confusão, o John Byrne mesmo mostrou um Gavião Negro numa história do Superman, mas ele não tinha sido introduzido no pós-Crise.

    • Lucas Araújo

      E aí Quiof, beleza?
      Muito obrigado pelo comentário. Eu realmente não sabia sobre essas informações, achei que o conceito alienígena do personagem havia sido criação do Truman. Não sou um grande fã do Gavião, mas curti muito essa história (a história do Byrne eu conhecia por ser fã do autor).

      Sinta-se a vontade para frequentar o site e comentar mais vezes, blz? Abraço!

      • De nada! Essa versão alien aparecia nos Superamigos, mas como não explicava nada, no desenho da Liga tinham estabelecido que a Shayera era thanagariana e o Hro Talak era a versão do Kata Hol, até o Geoff Johns aparecer na última temporada e trazer um outro Carter Hall…

        • Lucas Araújo

          Sempre achei isso meio estranho isso no desenho da Liga, na última temporada o Carter aparece meio que do nada. Não sabia que isso era coisa do Johns, mas deve ter muito a ver com o fato de que ele estava escrevendo a revista do Gavião na época.

          • A primeira aparição foi escrita pelo J.M. DeMatteis e Dwayne McDuffie, já a segunda pelo Geoff Johns e Matt Wayne, ou seja, com certeza ele influenciou a entrada do Hall nessa fase (que tem altos e baixos).

  • Cade Carneiro

    Teve histórias publicadas no DC 2000,gostei demais pena que esse personagem ficou no limbo

    • Lucas Araújo

      E aí, blz?

      Realmente é uma pena que o personagem tenha ido parar no limbo, mesmo tendo histórias tão legais. Fiquei sabendo que a série mensal foi publicada em parte na DC 2000 através de comentário no Facebook, mas você sabe se faltou muito para ela ser concluída?

      Agradeço pelo comentário , sinta-se à vontade para frequentar o site e comentar mais vezes, beleza? Abraço!