Quadrinhos: Por onde começar? – Especial X-Men

Salve Justiceiros!

Mais uma vez eu e o Ricardo nos reunimos para montar uma lista de HQs para iniciantes (confira nossa primeira lista!), mas dessa vez fizemos uma seleção somente com títulos dos X-Men, aproveitando que recentemente tivemos a estreia de X-Men Apocalipse (Veja nosso review) e muita gente saiu do filme com vontade de ler algo sobre os mutantes.

A cronologia dos X-Men é bem complicada e de modo algum esta será uma lista definitiva, porém lendo o que vamos sugerir aqui você já estará bastante inteirado com acontecimentos importantes da cronologia dos mutantes. Sem mais enrolações, vamos à lista!

X-Men- A saga da Fênix Negra

Um clássico da fase mais aclamada dos mutantes. Escrita por Chris Claremont e desenhada por John Byrne, essa história nos mostra a transformação de Jean em uma das entidades mais poderosas do universo Marvel e também uma das mais perigosas. A história começa com o clássico arco e primeira aparição do Clube do Inferno, que tem entre seus membros o Mestre Mental que começa a manipular a mente de Jean Grey. Isso a afeta de tal forma que ela perde o controle sobre seus poderes e sua sanidade, o que faz com que ela destrua um planeta e seja julgada por isso pelo império Shiar. Clássico absoluto, não só dos X-Men, mas como dos quadrinhos em geral.

X-Men- Dias de um futuro esquecido

Outra história sensacional da fase Claremont/Byrne. Aqui conhecemos um futuro distópico onde os mutantes foram caçados e muitos deles mortos. Para evitar que isso aconteça, os poucos X-Men que sobraram mandam a mente de Kitty Pride à sua contraparte do passado para ajudar a equipe mutante a evitar este futuro trágico. História sensacional, que influenciou várias mídias, inclusive o filme Exterminador do Futuro, e que também foi adaptada no filme de mesmo nome.

X-Men- Deus ama, o homem mata

Mais um clássico dos mutantes escrito por Chris Claremont. Aqui o foco não é na ação, mas sim em algo que está presente nas HQs desse grupo desde sua criação: O preconceito. Nesta história temos o conflito entre os X-Men e o reverendo William Stryker, um fanático religioso que pretende causar uma guerra entre os mutantes e a humanidade.

Com arte competente de Brent Anderson (que depois se tornou conhecido por Astro City) e cores de Steve Oliff, esta foi uma das primeiras Graphic novels lançadas pela Marvel nos anos 80. Esta HQ foi utilizada como inspiração para o segundo filme dos X-Men, um dos meus filmes de super-heróis favorito. Você consegue achar esse material baratinho pela Panini em livrarias online, então não deixe de ler este clássico!

X-Men- Massacre de mutantes

Essa lista tá parecendo uma coletânea de melhores obras de um autor né? Fazer o que? Chris Claremont é definitivamente o mais importante escritor dos X-Men. Massacre de mutantes foi um evento que ocorreu nas revistas das equipes X nos anos 80. Na história temos o assassinato de vários Morlocks (mutantes que vivem nos esgotos por serem deformados fisicamente) por um grupo de vilões chamado Carrascos. Após os assassinatos, as equipes mutantes (X-Men, X-Factor e Novos mutantes) começam a investigar quem comanda os carrascos e está por trás dos assassinatos.

Essa é uma das minhas histórias favoritas dos X-Men. Muito violenta, visceral e importante para a cronologia dos mutantes. Pode começar a ler por aqui e não irá se arrepender.

Novos X-Men- E de Extinção

Depois de toda a bagunça que aconteceu na revista dos X-Men durante os anos 90, o renomado escritor britânico Grant Morrison foi chamado para assumir a revista da equipe mutante. Ele prometeu promover mudanças para a equipe e definitivamente foi o que fez.

Primeiro ele matou milhares de mutantes em um atentado em Genosha, com o objetivo de diminuir o número de mutantes que haviam surgido na década de 90 e restabelecer seu status como minoria. Depois, tirou os tradicionais uniformes da equipe e os deixou mais próximos dos filmes, tirando um pouco do visual super-heróico dos personagens e atribuindo uma abordagem mais paramilitar à equipe. Também criou as mutações secundárias e formou a equipe com integrantes mais clássicos, sem inventar muito. Além de tudo isso, temos a excelente arte de Frank Quitely, um dos melhores artistas da atualidade.

É o material mais diferente desta lista sobre os X-Men, mas ainda assim super recomendado. Só indico que você leia outro item da lista antes de chegar aqui, pois pode estranhar um pouco a abordagem do Morrison.

Surpreendentes X-Men: Superdotados

Depois de Grant Morrison revirar o universo mutante, a Marvel decidiu que devia haver uma volta ao estilo mais tradicional de histórias na revista dos X-Men. Então o roteirista Joss Whedon (que você deve conhecer por ter roteirizado e dirigido os 2 filmes dos Vingadores) assumiu os roteiros da revista e a arte ficou sob reponsabilidade de John Cassaday (conhecido pelo excelente Planetary).

Na trama temos o retorno de Kitty Pride à equipe, depois de um período afastada. Em paralelo a este retorno, é divulgada a notícia da descoberta de uma cura mutante, que promete neutralizar completamente o gene X. É claro que logo a equipe mutante descobre uma grande conspiração envolvendo a descoberta desta cura.

Whedon traz de volta todo o clima super-heróico pra equipe, inclusive resgatando os uniformes clássicos já na primeira edição. Há diversas referências à fase Claremont/Byrne, além da exploração de temas bem atuais como manipulação da mídia e o preconceito. Este arco serviu como leve inspiração pro terceiro filme dos X-Men e é um excelente ponto de partida pra você que nunca encostou em uma HQ dos mutantes.

E esta foi nossa lista de HQs dos X-Men para iniciantes. Ressalto novamente que essa lista não tem o objetivo de ser definitiva, porém acredito que lendo o que foi indicado aqui você terá um bom conhecimento sobre X-Men nos quadrinhos. Tem algum personagem que você gostaria de começar a ler? Deixe sua sugestão e iremos em busca de um ponto de partida legal para você. Essa coluna não tem periodicidade definida, mas voltaremos em breve com uma nova lista, então fiquem ligados!

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.