Recomendação da Semana – Orks

Bem-vindos a mais uma Recomendação da Semana, a coluna na qual recomendamos livros, HQs, filmes, séries e álbuns que achamos interessantes. Hoje a recomendação é um quadrinho europeu que apresenta uma perspectiva diferentes para uma espécie de criatura bastante difundida na cultura pop. A recomendação de hoje é Orks, quadrinho escrito por Nicolas Tackian e desenhado por Nicolas Guenet.

Neste quadrinho acompanhamos a história do povo Ork que está tentando sobreviver à investida humana contra os povos antigos, entre eles os próprios Orks e os elfos. Os humanos estão conquistando cada vez mais territórios, escravizando e destruindo o povo Ork, fazendo com que o restante seja relegado à grande Floresta. Em meio a esse cenário turbulento, o líder da nação Ork morre e eles precisam buscar um sucessor, alguém que possa unir as raças antigas no combate aos humanos e restabelecer a força de seu povo.

Como você pode ter percebido pela sinopse, o quadrinho tem forte apelo político. Tackian constrói uma estrutura política que é bastante crível, que chega a lembrar obras de fantasia como As Crônicas de Gelo e Fogo. Além disso, o autor também traça paralelos muito interessantes entre os Orks e os povos Africanos que sofreram com guerras e escravidão.

Também é importante ressaltar o esmero do roteirista em criar toda uma estrutura cultural para o povo Ork. Crenças, composição social, costumes, tudo que caracteriza um povo e faz com que o leitor esqueça a visão dos Orks, tão enraizada em diversas obras de fantasia, como um povo de criaturas terríveis e grotescas.

A arte de Nicolas Guenet é impressionante, apresentando forte influência de artistas como Richard Corben e Frank Frazetta. O artista é capaz de construir cenários belíssimos, figuras anatomicamente bem detalhadas e batalhas de tirar o fôlego. Em entrevistas Guenet citou que é bastante fã de fisiculturismo e isso fica bastante visível em seus personagens, assim como as influências artísticas que mencionei anteriormente. O que incomoda, em alguns raros momentos, é a utilização de referencia digital para a construção de algumas poses, o que deixa os personagens um pouco “duros”. Algo que não atrapalha a apreciação da arte, mas que é bom ser avisado.

A edição da Mythos está impecável, com belo acabamento gráfico e papel de excelente qualidade. O quadrinho foi publicado pelo selo Gold Edition, o mesmo de Elric e Réquiem, e realmente honra a qualidade dos lançamentos anteriores. Sobre o aspecto editorial, a Mythos também foi bastante eficiente, com um trabalho de revisão muito bem feito. Sempre gosto de ressaltar este aspecto, já que infelizmente temos muito problemas desse tipo em publicações nacionais.

Se você é fã de fantasia e procura uma história que diverte, mas ao mesmo tempo também é profunda e levanta alguns questionamentos que farão você pensar durante muito tempo, Orks é leitura indispensável. Espero que a Mythos continue trazendo materiais com essa qualidade. Você já leu? O que achou? Deixe sua opinião aí nos comentários.

Para comprar esse quadrinho clique AQUI. Ao comprar pelos nossos links você nos ajuda a continuar trazendo Justiça pra Cultura Pop! Ah e sempre tem um desconto bem legal 😉

Ficha técnica

Editora : Mythos
Ano de lançamento: 2018
Páginas: 116
Preço: R$ 84,90

P.S: Como complemento para a leitura, recomendo que você veja as entrevistas realizadas pelo canal PH Top TV com a dupla criativa responsável pela obra.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR:

The following two tabs change content below.

Lucas Araújo

Programador, estudante de TI e co-fundador do Justiça Geek. Fanático por quadrinhos, aficionado por filmes e séries, leitor faminto, gamer esporádico e músico (muito) frustrado. Gosta de falar sobre tudo isso em seu tempo livre(ou até mesmo quando não está tão livre...), debatendo questões essenciais para a humanidade como quem vence um crossover entre super- heróis, qual é seu escritor favorito e se um filme foi bem feito.

Latest posts by Lucas Araújo (see all)